A prefeitura de Ilhabela, a Câmara e o Ministério Público estão unidos no combate ao crescimento desordenado no arquipélago. A posição de união em torno da questão foi afirmada pelos representantes dos órgãos públicos durante reunião realizada nesta quinta-feira, 8, na sede do legislativo, uma iniciativa do prefeito, Márcio Tenório, para tratar do tema.

Na reunião, a secretaria de Planejamento Urbano, Obras e Habitação, por meio da Diretoria de Habitação e Regularização Fundiária, apresentou às autoridades o cronograma de trabalho do maior projeto de regularização fundiária e habitacional da história de Ilhabela, lançado em 2017.  Durante o encontro, o diretor do Departamento de Habitação e Regularização Fundiária, Edivaldo Anízio da Silva, falou dos próximos passos do projeto de regularização de 15 núcleos e saneou dúvidas das autoridades.

De acordo com a gestão municipal, nesse primeiro ano de gestão houve combate à ocupação desordenada na cidade com medidas efetivas, como a reestruturação da fiscalização e ampliação do número de fiscais, que atuam com o apoio do Departamento Especial de Segurança; consulta à população por meio dos conselhos municipais, que recentemente durante encontro sugeriram a reunião pública; e a contratação de tecnologia (drones) para utilização do serviço de fiscalização, que está em andamento.

Edvaldo afirmou que, por meio do projeto, o município já tem feito o trabalho de combate ao crescimento desordenado, que acabou acentuado nos últimos anos por omissão da prefeitura na questão. “Com o lançamento do projeto de regularização fundiária e apoio do prefeito à atuação da fiscalização, e outras medidas, já estamos combatendo o crescimento desordenado desde o início de 2017”, destacou Edivaldo Anízio.

 

O prefeito Márcio Tenório destacou a vontade política da administração em enfrentar questão tão polêmica e agradeceu o apoio dos vereadores e do Ministério Público, que segundo ele foram fundamentais para os avanços no setor. “Nossa gestão teve coragem de enfrentar esse grande problema, da regularização fundiária e habitacional, porque recebemos apoio da Câmara e do Ministério Público”, disse Tenório.

Todos os vereadores participaram da reunião pública, tiraram dúvidas sobre vários núcleos e reiteraram o apoio às iniciativas do governo municipal no projeto de combate ao crescimento desordenado. “Estamos juntos, com o prefeitura e o Ministério Público para conter o crescimento desordenado”, destacou Nanci Zanato, presidente da Câmara.

O promotor de Justiça, Tadeu Badaró, disse que na atual gestão houve avanços inegáveis no combate ao crescimento desordenado; parabenizou a atuação da fiscalização e apoiou novas medidas, como a utilização da tecnologia dos drones na ampliação do trabalho de fiscalização.

Ao final da reunião, os vereadores entregaram documento simbólico ao prefeito para que o Executivo apresente projeto de lei à Câmara para disciplinar a circulação de material de construção na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *