Na última quarta-feira (20/03), a Prefeitura de Caraguatatuba mobilizou equipes das secretarias de Serviços Públicos (SESEP), Meio Ambiente, Agricultura e Pesca (SMAAP) e Defesa Civil para auxiliar moradores que utilizam os acessos da Estrada da Serraria, nos fundos dos bairros do Sumaré e Cantagalo, região central da cidade.

O local sofreu diversas interferências em decorrência das obras do contorno que atualmente se encontram visivelmente abandonadas e por conta das fortes chuvas ocorridas na cidade nos últimos meses, vem causando transtornos aos moradores. As obras, por não terem sido finalizadas, geram dificuldade na drenagem das águas.  A abertura do contorno é de responsabilidade do Estado, com projeto executivo da DERSA (Desenvolvimento Rodoviário S/A).

A equipe da SESEP conversou com moradores e realizou serviços emergenciais para ajudar a recuperar os acessos para trânsito de pessoas e veículos. No entanto algumas áreas estão em situações críticas. “Em algumas áreas não podemos interferir pois existe risco de deslizamentos maiores, por isso vamos cobrar uma ação da DERSA”, explicou Hugo Bernardes, secretário da SESEP.

Na tarde de ontem, o secretário da SMAAP e engenheiro ambiental, Marcel Giorgeti, esteve no local junto com o servidor Bruno Alexandre Magina, da SESEP, responsável pela área Regional Centro e com Marcos Alves Medeiros, agente da Defesa Civil do município, que se reuniram no local para uma avaliação e tomada de providências. “A Defesa Civil irá gerar um relatório da situação atual e dos transtornos causados aos moradores do local. Nós vamos acionar a DERSA para que nos dê um retorno urgente e cobrar uma solução definitiva com relação a esses espaços de obras inacabados que geram uma série de problemas de drenagem e impactam muitos munícipes”, destacou Giorgeti.

O documento oficial com relatório deve ser emitido ainda essa semana pela Prefeitura de Caraguatatuba e enviado para DERSA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *