Policiais Militares da CIAMAR, a Companhia de Policiamento Ambiental Marítimo do 3° Batalhão de Polícia Ambiental do Estado de São Paulo, localizaram uma rede de espera, do tipo “boiada”, armada na costeira da Prainha do Matarazo, município de Ubatuba, contrariando a legislação vigente.
Utilizando de Técnicas de Policiamento Náutico, a equipe acessou a costeira através de trilha fechada e íngreme, e mesmo com condições desfavoráveis do mar, adentraram ao mar, nadando até a rede e iniciando a retirada do petrecho proibido.

Durante a retirada foi identificada uma tartaruga marinha presa a rede, sendo imediatamente resgatada e encaminhada ao Instituto TAMAR, onde foi constatado algumas lesões em seu pescoço e nadadeiras devido ficar presa a rede, tem aproximadamente quatro anos de idade e permaneceu sob cuidados para posterior soltura.

O animal, da espécie “Chelonia Mydas” conhecida popularmente como Tartaruga Verde, está em risco de extinção e uma das causas é a utilização desse tipo de rede, onde elas se enrroscam e morreram afogadas por não conseguir emergir para respirar.

Em seguida foi localizada outra rede do mesmo tipo, defronte a Prainha do Matarazzo, sendo imediatamente retirada e apreendida para posterior destruição.

Vídeo:CIAMAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *