Devido à baixa temperatura registrada nos últimos dias, a Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, intensificou a Campanha “Não dê esmola, dê futuro”,  destinada ao atendimento da população adulta em situação de rua.

Desde o início deste ano foram realizadas quase 1,5 mil abordagens sociais. Somente no mês junho foram 196 e até o dia de hoje, a equipe abordou 86 pessoas, a maioria de outras cidades. Nas ações, também foram localizados sete foragidos da justiça encobertos no meio das pessoas em situação de rua.

Desde o início da temporada de inverno, duas entidades sociais conveniadas com a Prefeitura de Caraguatatuba acolhem e realizam o acompanhamento técnico das pessoas em situação de rua. As instituições contam atualmente com 63 pessoas acolhidas.

O secretário de Desenvolvimento Social e Cidadania, Jonas Fontes, explica que a ação preventiva inicia muito antes do frio intenso. “O objetivo não é dar apenas o acolhimento, mas também, respeitar as condições de dignidade dos usuários, fortalecer os vínculos sociais, familiares e comunitários”, contou.

A Prefeitura de Caraguatatuba ainda informa que a melhor forma de ajudar as pessoas em situação de rua é acionar a equipe de Abordagem Social do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) ou da Casa do Caminho.

O serviço de abordagem é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 23h, e aos sábados, domingos e feriados em horários alternados (manhã/tarde). Durante o atendimento, os profissionais ofertam os serviços de acolhimento provisório, acompanhamento psicossocial, alimentação e retorno à cidade de origem, se necessário.

Caso seja identificada alguma necessidade de cuidados de saúde, imediatamente a equipe acompanha o morador de rua até a UPA para avaliação médica.

“Vale ressaltar que no segundo semestre de 2018 foi celebrada a parceria com mais uma entidade social ofertando mais 30 vagas de acolhimento”, acrescentou Jonas Fontes.

O prefeito Aguilar Junior destaca que o trabalho visa tratar de maneira diferente a população adulta em situação de rua. “É preciso cuidar, acolher, entender e dar dignidade a essas pessoas, para que sejam reinseridas na sociedade e saiam desta situação”.

Serviço:

Casa do Caminho

Rua Banco Itaú, 202 – Porto Novo

Telefone: (12) 3887 – 6287

Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS

Rua Senador Feijó, 165 – Jardim Aruan

Telefone: (12) 3882 – 5236

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *