As espécies estavam presas em uma rede de pesca irregular, armada entre as ilhas da Couve e praia da Almada

Policiais Militares da CIAMAR, a 5ª Companhia de Polícia Militar Ambiental Marítima do 3° Batalhão de Policiamento Ambiental de SP, durante “Operação Verão” e “São Paulo Mais Seguro”, realizaram nesta quarta-feira (29/01), patrulhamento marítimo por toda costeira do município de Ubatuba, localizando uma rede irregular em local proibido nas proximidades da ilha dos porcos.

A rede de pesca, com 600 metros de comprimento, do tipo emalhe armada na superfície (boiada), foi constatada próxima a costeira, em local proibido, no interior de Área de Proteção Ambiental Marinha Litoral Norte. Em vistoria, também foi constatado que o petrecho não possuía qualquer identificação e sinalização, tornando-o assim um petrecho não permitido.

No momento da retirada da rede, foram identificados vários animais marinhos enroscados, ainda vivos, como crustáceos e peixes, os quais foram imediatamente devolvidos ao seu habitat natural. Na ocasião também foi realizada a soltura de duas espécies de Raias, ambas em risco de extinção, a Raia-Viola (Rhinobatos Percellens) e a Raia-Ticonha (Rhinoptera Bonasus). No momento da retirada da rede, não haviam pessoas pelo local, não sendo possível identificar o responsável, configurando Crime Ambiental, sendo imediatamente apreendida para posterior destruição. As espécies estavam presas em uma rede de pesca irregular, armada em local proibido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *