Caraguatatuba entra em estado de atenção por conta das chuvas

O volume de chuvas que caiu durante o final de semana e ainda persistem nesta segunda-feira (7) colocaram Caraguatatuba em estado de atenção dentro do que prevê o Plano Preventivo da Defesa Civil (PPDC).

Pelo menos cinco pluviômetros ultrapassaram a marca de acumulado de 100 milímetros (1 litro por metro quadrado) em 72 horas e outros quatro estão próximos a atingir esse volume.

Desde às 6h de hoje o trecho da serra da Rodovia Tamoios foi interditado pela Concessionária Tamoios, responsável pela via, devido ao risco de queda de barreiras.

O maior volume de chuva foi registrado pelos dois aparelhos instalado na Tabatinga, na Região Norte, com 158,9 mm e 158,85 mm em 72 horas. Na Massaguaçu choveu 147,92 mm, enquanto no Rio do Ouro o volume foi de 130,93 mm. Já no bairro Casa Branca foram 112,11 mm. Por isso, o município está em estado de atenção.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Caraguatatuba e vice-prefeito, Capitão Campos Junior, as equipes fazem acompanhamento desde a madrugada. “A previsão é de chuvas de moderada a fraca durante a semana”, alerta.

Embora a situação esteja em atenção, de acordo com a Defesa Civil não há registro de pessoas desabrigadas ou desalojadas. Os agentes estão nas ruas atendendo ocorrências de queda de árvores.

Obras de drenagem

Na avaliação de Campos Junior, mesmo com o grande volume de chuvas registrados nos últimos três dias, ele mostra a importância e a qualidade das obras de drenagem que não provocou enchentes como vistas em anos anteriores. “Muitas ainda estão em andamento e novas melhorias e alterações devem ser instaladas em Caraguatatuba, pois esse é um desejo do prefeito Aguilar Junior”.

O PPDC está em vigor desde o dia 1º de dezembro e prossegue até 31 de março de 2021. Ele é dividido em quatro estados: observação, atenção, alerta e alerta máximo conforme o acumulado de chuvas nas áreas de riscos. Atualmente, Caraguatatuba tem 19 áreas de risco em 54 setores.

Deixe um comentário