Ação da Prefeitura de São Sebastião combate criadouros do Aedes Aegypti em Boiçucanga

Objetivo é evitar a propagação da Chikungunya, doença transmitida pelo vetor, após confirmação de casos no bairro

A Prefeitura de São Sebastião, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde (SESAU), está realizando a ação integrada UniAção em áreas de Boiçucanga. O objetivo é o combate ao mosquito Aedes aegypti e eliminação de possíveis criadouros, após a identificação de dois casos positivos e quatro suspeitos de Chikungunya no bairro. O mosquito também é vetor da Dengue e Zika.

A ação, envolvendo várias secretarias e organizações civis, teve início terça-feira (22) e vai até sexta-feira (25), das 8h às 15h. Além da Saúde, participam as Secretarias de Educação (SEDUC), Meio Ambiente (SEMAM), Serviços Públicos (SESEP), a Fundação de Saúde Pública (FSPSS) e associações de moradores, como o Instituto Organização Brasileira de Inclusão (OBI), com apoio na divulgação à comunidade.

Entre as ações, estão vistorias às residências próximas aos casos positivos e suspeitos de Chikungunya, realizadas por Agentes de Combate às Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS), que passam orientações aos moradores sobre a doença e o seu controle; limpeza de áreas públicas e operação “Cata-treco” para retirada de materiais que os munícipes não utilizam mais, evitando que se tornem criadouros do Aedes aegypti.

Também está sendo feita nebulização nos domicílios das áreas próximas aos casos positivos e suspeitos; fiscalização para limpeza de terrenos baldios; distribuição de informativos sobre prevenção ao Aedes aegypti e divulgação sobre o evento durante as aulas on-line.   

A Prefeitura lembra que, para a ação ser eficaz, é necessária colaboração da população com a limpeza de quintais e a eliminação de criadouros do mosquito. Apesar de não haver grande número de casos de Chikungunya no município, existe uma situação epidêmica no litoral sul e baixada santista. O mosquito transmissor é o mesmo da Dengue e não podemos deixar esse vírus se instalar em São Sebastião.

Deixe um comentário