Banco de Alimentos de Caraguatatuba precisa de novos doadores para enfrentar queda na arrecadação durante pandemia da Covid-19

O Banco de Alimentos de Caraguatatuba segue na missão de combater o desperdício de alimentos e continua o trabalho de receber doações, provenientes de parcerias com comerciantes.

Nesse equipamento, ligado à Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania e ao Fundo Social de Solidariedade, são recebidos alimentos considerados fora dos padrões de comercialização, mas próprios para o consumo, que são distribuídos às entidades de assistência social, famílias carentes, assegurando o direito básico à alimentação.

Por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) houve uma queda significativa de doações, no ano passado. Em 2019, foram 18.692,24 kg de alimentos arrecadados e, no ano passado foram recebidos 16.232,82 kg.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Samara Fraschetti Bastos de Aguilar, ressaltou que o Banco de Alimentos está ativo e aguardando novos parceiros.

“Entendemos que o mercado está mexido por causa da Covid-19. Mas procuramos novos doadores para que se juntem à nossa rede de solidariedade. Agradecemos aos nossos parceiros constantes como o Spani, o Laticínios Litoral Norte e produtores rurais do município e fica nosso convite e apelo para que mais estabelecimentos sejam colaboradores do Banco de Alimentos. Queremos aumentar os números de doações e bater recorde nesse novo ano”, disse Samara.

Caso queira ajudar a fortalecer o Banco de Alimentos, entre em contato através do telefone 3883-6548, ou por e-mail bancodealimentos@caraguatatuba.sp.gov.br

Deixe uma resposta