Caraguatatuba é a 13ª cidade do Brasil indicada para se investir em mercado imobiliário

Encomendado anualmente pela Revista Exame, o estudo “Melhores Cidades para Fazer Negócios” de 2020 aponta que a cidade de Caraguatatuba é a 13ª do Brasil com mais de 100 mil habitantes ideal para investimento no mercado imobiliário.

A liderança no mercado imobiliário é a capital São Paulo. Na Região Metropolitana do Vale e Litoral Norte, Caraguatatuba lidera entre as cidades com mais de 100 mil habitantes. A outra cidade mais próxima é São José dos Campos que aparece na 38ª posição.

O ranking é calculado através da metodologia de análise estatística chamada IQM (Índice de Qualidade Mercadológica), que serve como parâmetro para a qualificação de um determinado mercado, sintetizando variedade de informações populacionais, comerciais, urbanísticas, econômicas e infraestruturais.

Os pesos utilizados para compor o índice foi a empregabilidade do setor de construção civil, o crescimento de empresas de construção civil e crescimento de empresas comerciais e de serviços.

Ainda no estudo, a cidade de Caraguatatuba é a 65ª do Brasil no índice de qualidade para investimento em comércios e a 85ª para investimento na agropecuária.

O prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, ressalta que o estudo é importante neste momento de retomada econômica da cidade.

“O resultado mostra que a economia está girando na compra e venda de imóveis. Para isso, os imóveis precisam estar em locais regulares e, neste sentido, é importante o Programa de Regularização Fundiária implantado na cidade”, destaca o prefeito.

Metodologia

A pesquisa é realizada pela Urban Systems  e aponta as principais microrregiões que são os vetores de desenvolvimento do Brasil.

Neste estudo, todos os municípios (326 cidades) com mais de 100 mil habitantes são analisados.

Em 2020, considerando os impactos do coronavírus (COVID-19), bem como a intenção de manter o estudo atual e renovado, a Urban Systems  alterou seu conceito e indicadores, o que resultou em um olhar mais segmentado das melhores cidades para fazer negócios, agora considerando resultados para os setores industrial, comercial, serviço, de educação, mercado imobiliário e agropecuária.

Deixe um comentário