Casa de Saúde Stella Maris usa videogame para reduzir o estresse de crianças internadas

Ficar internado no Hospital não é divertido, ainda mais quando o paciente é uma criança. Para amenizar esse período e reduzir o estresse provocado pela hospitalização, os pacientes pediátricos da Casa de Saúde Stella Maris, de Caraguatatuba, podem jogar videogame no quarto hospitalar. O jogo é transportado em um carrinho.

A iniciativa faz parte do programa de humanização do hospital que visa oferecer uma assistência personalizada por meio de ações que minimizem situações traumáticas e estressantes para os pequenos pacientes.

Fotos: Divulgação

Em maio, a Casa de Saúde Stella Maris também passou a utilizar um carrinho elétrico para transportar crianças hospitalizadas para o centro cirúrgico e para a realização de exames.

“O videogame ajuda a distrair as crianças e ameniza o desconforto já que eles não podem sair do quarto. A ideia é que a experiência da internação seja menos traumática e que eles passem pela experiência de forma mais tranquila”, explica o gerente assistencial da Casa de Saúde Stella Maris, Silvio Rabelo. O videogame foi doado ao Hospital.

A Casa de Saúde Stella Maris conta com um setor exclusivo, personalizado e equipado para o atendimento pediátrico. A instituição interna, em média, 180 crianças por mês. A média de internação é de 3 dias. 75% têm até 10 anos. Os principais motivos das internações são doenças respiratórias, infecções de urina e gastrointestinais e cirurgias.

 Acompanhe a entrevista em áudio 

Deixe um comentário