Defesa Civil e Sesep fazem trabalho de prevenção durante as chuvas

Com índices pluviométricos acima de 100 mm em menos de 24 horas e com o volume de chuvas coincidindo com uma maré acima de 1 metro de altura, a cidade de Caraguatatuba, durante a tarde de quinta-feira (04/07), mobilizou integrantes da Defesa Civil e da Secretaria de Serviços Públicos (Sesep) para desassoreamento de canais de drenagem que desembocam na praia, na região central da cidade.

De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), em 24 horas, foi registrado um acumulado de 135.46mm. Lembrando que, para entrar em Atenção, é necessário registrar um acumulado de 100mm em até 72 horas.

De quinta-feira até o momento não houve acionamentos à Defesa Civil.

Trabalhos nas regiões Norte e Centro

A região mais afetada pelas chuvas foi a Norte: Cocanha e Jardim do Sol.

Na Cocanha, a força da maré derrubou a estação de tratamento de esgotos dos quiosque localizados na praia.

A Regional Norte da Sesep está trabalhando nesta sexta-feira (05/07) para a recuperação dos estragos e para a abertura do rio Cocanha, que está represado por dunas de areia. O trabalho é feito com autorização da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca.

No centro, as chuvas, associadas à maré alta provocaram o assoreamento dos cinco canais de drenagem que desembocam na praia, provocando alagamento na avenida Dr. Arthur da Costa Filho, no início da noite de quinta-feira. O principal canal afetado foi o próximo à Praça de Eventos.

A Defesa Civil, que já estava em monitoramento da região, acionou a Sesep que destacou uma retroescavadeira e uma equipe de funcionários para trabalhar no desassoreamento dos canais. Segundo um dos encarregados da ação, 15 minutos depois da desobstrução, a drenagem já havia normalizado, acabando com o alagamento.

Na sexta-feira, os trabalhos da Defesa Civil e da Sesep serão de monitoramento das áreas de maior risco.

Deixe uma resposta