Homenagem da Sabesp retrata cultura caiçara no Porto Novo

Painéis em muros e torre de reservatório fazem parte de revitalização de praça; estações da Companhia em Caraguatatuba têm ganhado novo colorido para coibir o vandalismo e valorizar a cultura local

A partir de agora, quem passar pela Ponte do Porto Novo, sentido Caraguatatuba-São Sebastião, será presenteado com uma bela homenagem que a Sabesp faz à comunidade pesqueira da região.

O reservatório na Praça Isaías de Souza, alvo de constante vandalismo por pichações, ganhou um colorido diferente nos muros e na torre, retratando a figura do pescador do rio Juqueriquerê, que tem da pesca a sua fonte de renda e alimento da família.

Seguindo planejamento da Companhia, a Sabesp Litoral Norte colocou como uma de suas metas a adoção de praças públicas nos municípios da região e o projeto-piloto iniciou-se em Caraguatatuba, onde está a sede da Superintendência.

A fim de valorizar a cultura local,  a gerência da Companhia em Caraguatatuba escolheu um artista caiçara nato, que, com todo seu talento, deu vida aos muros da instalação da Sabesp no Porto Novo.

A arte, cujo tema é a história de Caraguatatuba, começou pelos muros externos, retratando o caiçara que vive à beira do Rio Juqueriquerê, sua pesca, seus costumes e tradições.

A antiga Vila de Caraguatatuba também ganhou uma linda homenagem e olhando para a “tela viva” ainda é possível reconhecer a Igreja Matriz de Santo Antônio, que ainda se mantém firme em sua fachada, na Praça Cândido Motta.

Edson Macedo da Costa, mais conhecido como Macedo, assina a obra. “A Sabesp não se contentaria com meras linhas. Havia uma intenção diferente, de criar um sentimento de pertencimento da comunidade. Fiquei empolgado em saber que a Sabesp possuía a intenção não somente de revitalizar um espaço, mas de agregar valor cultural à praça. Fizemos uma maquete e pensamos na figura do caiçara, daquele que numa passada de rede tinha o mantimento da semana, com os pés no chão, provendo o próprio sustento. Ouvi os moradores do entorno e a ideia foi representar esse orgulho caiçara que contribuirá para que essa comunidade seja a zeladora desse painel a céu aberto”, destacou Macedo.

Fotos:Taís Albuquerque/Sabesp

Conforme explicou o gerente da Sabesp em Caraguatatuba, Pedro Rogério de Almeida Veiga, a ideia foi presentear a comunidade. “Tivemos uma experiência inicial na estação elevatória de esgoto do Barranco Alto, onde retratamos o ciclo da água e as aves de nossa mata atlântica. O espaço nunca mais foi vandalizado porque a comunidade recebeu esse presente e cuidou com muito carinho. Para esse novo projeto da Sabesp existe uma parceria com os municípios e começamos por Caraguatatuba. Estamos alinhados com o poder público, que aprovou o projeto, e adotamos essa praça nos aproximando cada dia mais da comunidade”, destacou Veiga.

O superintendente da Sabesp no Litoral Norte, Rui César Rodrigues Bueno, falou da importância desse reservatório, que agora se tornou um monumento. “O Porto Novo, mais precisamente o Rio Juqueriquerê, era o canal para exportação de toda a produção da antiga Fazenda dos Ingleses. O próximo passo é a revitalização de toda a praça. É a nossa história. É nossa missão preservar esse patrimônio e nossa maneira de presentear a população, valorizando cada caiçara ali representado”, finalizou o engenheiro.

Deixe um comentário