Ilhabela sediou o Campeonato Ilhabela Windsurf Open

Duas etapas proporcionaram seis regatas

O cenário de Ilhabela foi quase perfeito para a realização do Campeonato Ilhabela Windsurf Open, já que uma das etapas não aconteceu devido o vento leste não estar com toda força para a pratica do esporte.

O Windsurf é um desporto olímpico praticado sobre a superfície da água com recurso a uma prancha e vela que necessitam da propensão do vento para se mover. A modalidade profissional é, igualmente, uma atividade de pura recreação que vive da adrenalina que só a junção da água e do vento podem proporcionar.

Toda regata antes de iniciar, era de praxe que os esportistas se reunissem para uma reunião de comandantes.  Neste ano não aconteceu a reunião, devido a pandemia do Covid, para não haver aglomeração, os atletas realizaram a reunião virtualmente.

Todos os comunicados oficiais também foram realizados online pelo WhatsApp, marcando para todos os competidores se encontrarem na água, sem proximidade entre os atletas. Neste ano não houve a tradicional festa de confraternização que realizamos sempre aos sábados.

A organização foi feita entre os velejadores com apoio fundamental da Prefeitura Municipal de Ilhabela, que cedeu a comissão de regatas e as boias. O espaço físico da prova foi organizado pela escola de vela BL3; onde estavam à disposição dos competidores velejadores a opção de montar as pranchas no local e para quem precisasse de uma ajuda com transporte de bote até o vento, estaria a disposição.

“Fizemos seis regatas, uma no sábado com a finalização rápida, com vento leste, que não durou muito, já no domingo, as condições eram perfeitas com vento leste constante que nos permitiu realizar cinco regatas com  vento de doze á  catorze nós “ disse o atleta Luca Pascolato.

A colocação do  1º Lugar ficou para o atleta Matheus Isaac da categoria  Master / Sênior,  o 2º lugar  Luca Pascolato da categoria Open Master.

Deixe uma resposta