Iniciadas ações para retomada do Projeto Câmara Jovem Caraguatatuba

Representantes da Secretaria de Educação e da Câmara Municipal de Caraguatatuba se reuniram na última segunda-feira (9) para tratar sobre a reformulação do projeto Câmara Jovem.  A proposta é que o projeto seja retomado com a participação dos alunos em 2022 e a formação dos professores seja realizada ainda no decorrer do segundo semestre letivo de 2021.

A Câmara Jovem de Caraguatatuba, instituída pelo Programa Jovem Legislador, tem o objetivo de oferecer aos estudantes, regularmente matriculados em escolas públicas e particulares, lições de cidadania e democracia por meio da vivência de processo democrático mediante a participação em jornadas de atividades legislativas simuladas, com diplomação e exercício de mandato parlamentar.

Foto: Arquivo/CMC

 

A secretária de Educação, Márcia Paiva, comenta que o projeto, além de permitir a elaboração de proposituras legislativas, fomenta o despertar do senso crítico dos jovens. “Mais que um programa, a Câmara Jovem é um instrumento de educação voltado para o preparo consciente do exercício da cidadania”, disse.

O projeto contemplará 30 alunos de 11 a 15 anos de idade, sendo 15 jovens vereadores e 15 jovens suplentes, que irão representar e legislar seu mandato no período de um ano.

A comissão organizadora contará com a participação dos Vereadores da Câmara Jovem dos anos anteriores, que contribuirão com sua experiência anterior e ajudarão na divulgação das ações nas redes sociais.

A expectativa é de que as inscrições sejam abertas no mês de fevereiro de 2022 e que a posse e a diplomação ocorram durante as festividades do aniversário da cidade.

Deixe um comentário