Ministério da Saúde avalia Equipe de Saúde da Família de São Sebastião como a melhor da região

Unidades receberam os conceitos “Bom” e “Muito Bom”, colocando São Sebastião como a mais bem avaliada da região

Equipes de Saúde da Família de São Sebastião obtiveram destaque na avaliação do 3° ciclo do Programa Nacional da Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB) divulgado ontem (20).

Equipes de avaliação externa do PMAQ, ligadas ao Ministério da Saúde, estiveram no município em agosto do ano passado, quando foram avaliadas 21 Unidades de Saúde da Família, que, em sua maioria, receberam os conceitos “Bom” e “Muito Bom”, colocando São Sebastião como a mais bem avaliada da região.

Os critérios para a certificação foram: observação das Unidades de Saúde, na qual foram avaliadas condições de infraestrutura, materiais, insumos e medicamentos; entrevista com profissionais da Atenção Básica e Saúde Bucal, com a verificação de documentos sobre o processo de trabalho das equipes e a organização do serviço para o cuidado dos usuários; e, por fim, uma entrevista com usuários das unidades, que avaliou a satisfação e a percepção dos usuários quanto aos serviços.

De acordo com a Diretora de Atenção Básica, Izabelle Gonçalves, o resultado positivo e o aumento da Certificação pelo PMAQ mostra o esforço da gestão e dos servidores na busca da melhoria da qualidade dos serviços prestados na Atenção Básica.

“Saímos de um conceito “Regular” e ”Abaixo da Média” em relação ao 2º Ciclo, no qual 17 das 19 unidades avaliadas tinham recebido esses resultados”, destacou Izabelle.

De acordo com ela, com o aumento da Certificação, o município passa a receber um acréscimo de 65% referente ao repasse do recurso federal recebido atualmente, garantindo aproximadamente dois milhões de reais no prazo de 24 meses, que é o tempo de duração do programa.

“O recurso será destinado à melhoria dos serviços de saúde da Atenção Básica, à aquisição de equipamentos, melhorias na estrutura física das unidades, recursos humanos, apoio técnico e, principalmente, ampliação dos atendimentos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)”, afirmou o Diretor Presidente da Fundação de Saúde, Carlos Craveiro.

O recurso atual recebido como verba do PMAQ é de R$ 49.000 ao mês e, a partir da portaria que saiu agora com as novas certificações, o valor passou a ser de aproximadamente R$ 82.000 ao mês.

“Com essa Certificação garantimos não só o aumento do recurso financeiro, como também melhora dos indicadores de saúde do município”, ressaltou Izabelle, que aproveitou para agradecer e parabenizar as equipes que se empenharam para cumprir todos os critérios exigidos.

Deixe um comentário