Operação Pancadão pretende coibir aglomerações de jovens e som alto em Caraguatatuba

Forças de Segurança se reuniram nesta semana e prometem penalizar os organizadores e até os pais dos adolescentes que participam do baile funk

Por quanta das reclamações da população quanto a aglomerações de jovens e som alto em bailes funk chamados de ‘Pancadão’, no último final de semana na cidade de Caraguatatuba, as Forças de Segurança se reuniram na última terça-feira (14/7), para encontrar uma maneira dentro da lei para frear esse tipo de modalidade criminosa na cidade.

A delegada Titular, Junia Cristina Macedo, esteve reunida com o Tenente-Coronel, André Luiz Pais, Comandante da Polícia Militar no Litoral Norte. Na oportunidade, ficou acordado que com a ajuda do serviço de inteligência da PM e o apoio de equipes de investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais), será realizado um levantamento de possíveis locais onde poderá ocorrer os próximos bailes.

Foto: Weber de Carvalho

Durante entrevista a delegada adiantou como será essa força tarefa. “Esses organizadores, eles tem a consciência que eles, estão certamente mancomunados com esses indivíduos que vendem drogas e bebidas alcoólicas. E até de situação de abuso sexual de adolescente. Nós vamos agir numa linha duríssima de investigação, e se possível vamos representar por crime de organização criminosa”, contou

Os pais destes jovens que participam deste ‘Pancadão’, também poderão ser penalizados na forma da lei. “Nós temos também a situação destes pais, que são responsáveis pelos seus adolescentes. Jovens que já em altas horas estão soltos pela rua. Esses pais também serão responsabilizados no abandono dos seus filhos adolescentes, nas quais eles são responsáveis pelo zelo. A nossa cidade não vai estar vulnerável, os nossos adolescentes não vão estar abandonados”, finalizou

Legislação

A poluição sonora é coibida por meio de leis municipais que delimitam o volume máximo de som para cada horário e estabelecem penas e detenção do infrator. Caraguá tem uma lei pioneira na região, que combate além do som abusivo dos veículos, também, o som produzido acima dos limites através de caixas de som portáteis em casas, praças e praias. A Lei do Sossego Público, considerada como infração, todo barulho, ruído ou som que ultrapassar 45 decibéis. A multa pode chegar a R$ 5 mil reais.

A Operação Pancadão já começa neste final de semana e a população pode ajudar o trabalho das Forças de Segurança denunciando o som alto, bem como aglomerações através do, 190 da Polícia Militar ou 181 disque denúncia da Polícia Civil, a pessoa não precisa se identificar. A Polícia Militar vai trabalhar empregando equipes da Força Tática, ROCAM e nós bairros Atividade Delegada e Base Comunitária.

Acompanhe a entrevista na integra

Deixe um comentário