Policiamento Ambiental Marítimo flagra comércio de pescado irregular

Entre os pescados, cação anjo em risco de extinção e garoupa verdadeira espécie também ameaçada.

Policiamento Ostensivo Náutico, realizado pela Companhia de Polícia Militar Ambiental Marítima do 3° BPAmb, flagrou comércio irregular em dois pontos do entreposto de pesca camaroeiro de Caraguatatuba nesta terça-feira (30/03).

Fotos: Policiamento Ambiental Marítimo

Em um comércio, os Policiais Militares localizaram 3kg de camarão sete-barbas, crustáceo que se encontra em seu período de proteção por lei, o DEFESO, além de 36kg de Cação Anjo asa curta, expostos a venda, espécie ameaçada de EXTINÇÃO.

Em outro comércio, a equipe especializada localizou um exemplar de Garoupa Verdadeira, de 3kg, espécie também ameaçada de EXTINÇÃO e dois exemplares de Bodião, com 1kg cada, ambos com perfurações de arbalete, caracterizando ser oriundo da PESCA SUBMARINA, o que torna proibida a venda.

Os proprietários dos comércios foram autuados por “Comercializar espécimes provenientes da pesca proibida”

Todo o pescado foi apreendido e doado ao Banco de Alimentos da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, beneficiando dezenas de pessoas carentes e em situação de risco, fazendo assim o papel social da instituição PMESP.

 

Denúncias podem ser feitas pelos telefones:

Llitoral Norte: 12 3842-0123
Litoral Centro: 13 3348-4774
Litoral Sul: 13 3853-5750

Deixe um comentário