Policiamento Ambiental prende caçador e apreende armas e animal abatido, em Ubatuba

Um homem foi detido por uma equipe da Polícia Militar Ambiental na cidade Ubatuba, por crime ambiental. A ocorrência foi registrada no dia (23/06) na Unidade de Conservação do Parque Estadual da Serra do Mar Núcleo Picinguaba, localizado no bairro Fazenda da Caixa.

Ao realizarem incursão em trilhas entorno das propriedades rurais foram encontradas, com a utilização de detector de metais, seis espingardas utilizadas para caça de animais silvestres e os seguintes materiais 25 cartuchos cal. 32, 12 cartuchos cal. 36, 11 cartuchos cal. 28 escondidas em meio a mata.

Em continuidade a realização de fiscalização em outras trilhas locais, os policiais ambientais visualizaram uma mulher saindo de sua residência com uma sacola e entrando na mata, foi realizado contato e foi localizado no interior da sacola 03 espingardas, sendo uma delas carabina de pressão 5.5 nº1039014, uma outra calibre .32 e uma outra espingarda calibre .36, ainda juntamente com a sacola havia uma pequena bolsa com diversos apetrechos para recarregar cartuchos, 02 potes de esferas de chumbo, 01 pote de chumbinho calibre 5.5, 01 pote de espoletas,  01 pote de pólvora, 02 cartuchos calibre .32, 02 cartuchos calibre .36, além de um saco plástico com um animal identificado como “paca” e um animal identificado como “gamba”, ambos congelados.

 

Questionada, informou que todo material encontrado era de propriedade de seu esposo e que tentou esconder, pois soube da presença dos policiais na região, informando que seu marido, havia caçado dias antes.

Os policiais aguardaram a chegada do marido que se apresentou a equipe, confirmando a versão de sua esposa dizendo que era o dono de todo armamento, munições e animais abatidos e que teria caçado em data anterior.

O homem foi prisão e apresentado no distrito policial, o delegado de plantão após se inteirar do ocorrido e ouvir todos os envolvidos, ratificou a voz de prisão, lavrando o auto de prisão em flagrante delito em desfavor do indiciado, arbitrando a fiança no valor de um salário mínimo, o homem pagou a fiança e responderá em liberdade.

Os policiais ambientais elaboraram o auto de infração ambiental com multa no valor de R$ 2.000,00, os animais foram depositados em aterro sanitário.

Deixe um comentário