Prefeitura encaminha ao Governo do Estado plano de retomada gradual da economia

Pioneira mais uma vez, administração municipal apresenta ao governo do Estado análise técnica econômica e de saúde do município

O Comitê de Estudo e Gestão de Reabertura da Economia de São Sebastião formado por representantes da rede hoteleira, Conselho Municipal de Turismo (COMTUR), associações de surf e de náutica, Associação Comercial e Empresarial de São Sebastião (ACIU), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e secretarias de Turismo (SETUR), Saúde (SESAU) e Vigilância Sanitária, Fazenda (SEFAZ) e Assuntos Jurídicos (SAJUR) da Prefeitura de São Sebastião, apresentaram nesta quinta-feira (07), ao governo municipal, o Planejamento de Abertura Gradual da Economia do Município de São Sebastião.

Neste período de enfrentamento à crise mundial causada pelo coronavírus (Covid-19), o intuito desta análise técnica foi elaborar medidas e apontar soluções de readequações a todos os setores atingidos pela pandemia.

Segundo um dos membros do comitê, Niuara Tedesco, presidente da Associação de Pousadas, Hotéis, Bares e Restaurantes de Maresias (APHMBR), o estudo aborda os setores de saúde e econômico da cidade, quanto à vulnerabilidade para reabertura gradual do comércio sebastianense.

“A administração municipal encaminhou o documento ao Governo do Estado. O comitê mostra por esses dados da saúde e da economia de São Sebastião, que fizemos uma análise completa de risco à saúde dos setores de economia, bem como sua vulnerabilidade econômica. e demonstramos que temos número de testes rápidos suficientes para uma amostragem. O índice de ocupação de leitos está em cerca de 20%, ainda temos hospitais de campanha sem uso, e existe total controle ao dinheiro público nas compras efetuadas. Além disso, houve a criação de protocolos de segurança rígidos para que cada setor pudesse voltar a funcionar de maneira gradual. O objetivo é mostrar ao governador João Dória, através deste plano, realizado pelo setor público e privado, as condições de reabertura gradual e segura do comércio local. Estamos totalmente preocupados com a saúde e tudo foi montado, em comum acordo, com médicos, técnicos em segurança do trabalho, Secretaria da Saúde e Vigilância Sanitária”, afirmou Niuara.

Deixe um comentário