Sessão especial marca posse de 10 vereadores, prefeita e vice, em Ubatuba

Flávia Pascoal,  primeira mulher prefeita em 383 anos da cidade, promete  enxugar máquina pública e governar com humanidade

Em sessão especial realizada às 16 horas desta sexta feira, a Câmara Municipal de Ubatuba deu posse a Flávia Pascoal (PL), primeira prefeita da história da cidade, seu vice, Márcio Gonçalves Maciel (PSB), o Marcinho da Aciu e aos dez vereadores eleitos, cinco deles em primeiro mandato.

Em seu pronunciamento, Flávia Pascoal prometeu uma “gestão democrática” e disse que “vai enfrentar grandes desafios econômicos, vamos ter que enxugar a máquina administrativa, diminuir número de secretarias, juntando algumas pastas, teremos que  rever contratos. Nesses dias de transição encontramos muitos prédios públicos com problemas de manutenção principalmente na Saúde, muitos aluguéis. Precisamos ordenar esse patrimônio público”.

Segundo a prefeita, “a cidade sofre com problemas sociais de toda ordem, com moradias precárias, saneamento básico, falta de trabalho e renda exigindo politicas públicas voltadas para o bem estar social”.  Ela entende que a principal indústria do Município é o Turismo e é preciso investir ai, apoiar empreendedores, ordenar o setor, cuidando do meio ambiente e dos nossos recursos naturais, estruturando e criando procedimentos para a zeladoria da cidade.

Professora com especialização em Gestão Pública, Flávia quer uma “cidade educadora que envolva toda a sociedade na reconstrução de padrões e cuidados com o Município. Para isso “precisamos construir uma equipe inovadora, criativa, com espaço para propormos soluções conjuntas”.

Enfrentar turbulências – Eleito com 1784 votos, o vereador Jorge Ribeiro da Silva Filho, Jorginho do PV, assumiu a presidência da sessão afirmando que “só quem participa de uma eleição sabe como é desgastante mas tenho certeza de que a união, a harmonia desses 10 vereadores, da prefeita e seu vice vão com certeza trazer melhorias para Ubatuba. Mar calmo não faz bons marinheiros. Temos dez marinheiros aqui para enfrentar turbulências”.

Cada vereador assumiu com agradecimentos a familiares e amigos,  prometendo cumprir as Constituições federal e estadual, a Lei Orgânica do Município e trabalhar pelo progresso e bem estar da população. 

O vereador Rogério Frediani (PL), que retorna à Câmara após oito anos para um quarto mandato, da base de apoio da Prefeita, pediu que todos “entendam que todo começo de administração é difícil, todo começo tem suas turbulências e para superá-las é preciso conversações. Mas que turbulências futuras não tragam danos para a cidade”.

Junior Jr (Cidadania), o segundo mais votado, pregou “nova forma de fazer política. Somos 10 eleitos pelo povo e temos que respeitar muito isso, cada um dentro de seu segmento vai fazer o melhor. A população espera que as coisas fluam da forma correta”. 

Mesa Diretora – Após suspensão da sessão por dez minutos para a apresentação de chapas para compor a Mesa Diretora para o biênio 2021-2022, os vereadores acabaram ratificando uma chapa única tendo Jorginho como Presidente, o advogado Eugênio Zwibelberg (PSL) como vice, segundo vice Josué Lourenço dos Santos, primeiro secretário Junior Jr. e segundo secretário, Edelson Fernandes Jerônimo.

 

Deixe uma resposta