Velejadores da Copa Suzuki – Circuito Ilhabela participam do Dia Mundial de Limpeza

Cerca de 200 tripulantes da terceira etapa da competição recolheram resíduos das embarcações e juntaram com tudo que foi coletado por voluntários em Ilhabela

O Dia Mundial de Limpeza, que ocorre em mais de 150 países, mobilizou os tripulantes dos cerca de 30 barcos que participam da Copa Suzuki e vários grupos em Ilhabela neste sábado (21). O Yacht Club de Ilhabela reuniu, logo pela manhã,  voluntários do grupo Escoteiros do Mar, pesquisadoras da Viva Baleias, Golfinhos e Cia., e oficiais do Corpo de bombeiros e Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião.

Enquanto os Escoteiros do Mar faziam a limpeza da praia de Santa Tereza, ao lado do Yacht Club, um grupo de mergulhadores explorava as áreas submersas da marina em busca de resíduos. Foram encontrados desde apetrechos de pesca, latinhas de alumínio e até mesmo parte de um casco de um optimist na área da marina.

Os velejadores participantes da terceira etapa da Copa Suzuki abraçaram a ideia da ação ao recolherem os resíduos de suas embarcações e os destinarem para a triagem e pesagem feita pela equipe do YCI. Foram recolhidos do mar pouco mais de 36 kg de resíduos, entre eles 10,8 kg de plásticos.

Regatas de percurso com bons ventos – O vento predominantemente sul, com intensidade de mais de 15 nós, com rajadas que chegaram a 20, permitiu a realização de regatas longas, disputadas na tarde deste sábado (21), dentro do Canal de São Sebastião.

Foram mais duas regatas para as classes HPE25 e C30 e mais uma para as demais classes participantes. Na classe IRC o Rudá, de Mario Martinez, assumiu a liderança da etapa, ao vencer a regata.

Já na RGS a decisão ficará para o último dia de regatas, pois o Zeus, de Paulo Moura e o Bl3 Urca, de Clauberto Andrade, acumulam os mesmos 7 pontos. O Conquest-Econ, de Marco Hidalgo, vem firme na liderança da HPE25, ao vencer as duas regatas do dia, e soma 8 pontos.

Quem vem bem cotado para vencer a etapa na classe C30 é o Caballo Loco, que tem 7 pontos em sete regatas disputadas. Eduardo Mangabeira, no comando do Kaikias-Maserati, vem na segunda colocação, com 12 pontos.

Finalmente nos Clássicos, a disputa está para lá de equilibrada, com os dois veleiros da classe com exatamente a mesma pontuação: 7 pontos cada. Brazuca, de Rubens Bueno e Beira Mar, de Marco Aleixo, vão decidir neste domingo, na última regata, quem será o vencedor da etapa.

Confraternização com música – Após as regatas deste sábado os velejadores aproveitaram o final de tarde ao som da Banda Show, em um happy hour que contou com estrogonofe de frango. Neste domingo, após as regatas finais será realizada a premiação no Yacht Club de Ilhabela.

A Copa Suzuki Circuito Ilhabela de Vela Oceânica tem organização do Yacht Club de Ilhabela, patrocínio da Suzuki Veículos e apoios da Prefeitura de Ilhabela, Federação de Vela do Estado de São Paulo, Associação Brasileira de Veleiros de Oceano, Balaio de Ideias, O Ancoradouro e Restaurante Capitano.

Deixe uma resposta