Visando a saúde pública, Caraguatatuba estabelece medidas para evitar aglomerações

Após reunião com representantes de diversas entidades de classe (Associação Comercial e Empresarial, Associação de Hotéis e Pousadas, Associação de Quiosques, Bares e Restaurantes, shoppings, Associação Brasileira de Turismo e Hotéis e Conselho Municipal de Turismo) dentro do Comitê de Retomada Econômica, a Prefeitura de Caraguatatuba publicou um novo decreto sobre medidas para evitar aglomerações neste final de ano.

Em consenso, a Comissão de Retomada Econômica entendeu que a medida ideal é limitar o funcionamento dos estabelecimentos comerciais entre 20h do dia 31 de dezembro até às 12h do dia 1º de janeiro.

Nos demais dias, fica valendo o que foi estabelecido em decreto municipal anterior: capacidade de lotação dos estabelecimentos em 60%, fixou o horário de atendimento comercial em 12 horas diárias, com limite de funcionamento até às 23h.

Segundo a Prefeitura de Caraguatatuba, os shows de verão, os eventos esportivos e a tradicional queima de fogos continuam cancelados.

Os ônibus e vans de turismo de um dia também continuam proibidos, com exceção para transporte das pessoas que tenham reservas em hotéis e pousadas da cidade.

Para acessar o decreto completo, clique em: https://www.caraguatatuba.sp.gov.br/pmc/2020/12/edital-ano-iii-no-439/

São Sebastião mantém flexibilização com bons resultados contra COVID-19

O Prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, anunciou em LIVE realizada na última terça-feira (22), que manterá no município as medidas de flexibilização e não irá aderir, neste momento, à Fase Vermelha do Plano São Paulo. Segundo o Governo do Estado, as “medidas restritivas específicas” contra o coronavírus acontecem entre os dias 25 a 27 de dezembro e 1° a 3 de janeiro.

Felipe Augusto tomou como base os bons resultados de São Sebastião, inclusive, o baixo número de internados e intubados, o que baliza as decisões do Comitê de Gestão de Crise (CGC). Até o início da LIVE, a cidade tinha 7 internados com COVID-19 e 2 pessoas intubadas.

“Tivemos uma discussão ao longo do dia com os nossos técnicos, responsáveis pela saúde, conversamos com os médicos, como faço sempre, para que a gente possa tomar decisões bem respaldadas e organizadas dentro das ideias e referências científicas” comentou Felipe Augusto.

O prefeito lembrou que São Sebastião recebe muitos visitantes e que se tornou referência no turismo profissional pelo trabalho desenvolvido ao longo dos últimos quatro anos.

“Temos hoje uma condição totalmente diferenciada, somos a cidade mais segura do Litoral Norte e estamos entre as cinco cidades mais procuradas no Estado e, agora no verão, somos o principal destino de praia e sol”, disse.

Outro ponto levantado pelo prefeito Felipe Augusto foi o número de testes rápidos aplicados no município. Já são mais de 23 mil testes realizados e aproximadamente 30% da população sebastianense testada, proporcionalmente uma das maiores do país.

Com 92% de recuperados, São Sebastião se tornou referência na região com o tratamento precoce à base de hidroxicloroquina e azitromicina, implantando também o ambulatório pós-covid, que acompanha os pacientes recuperados.

Sobre as medidas de enfrentamento ao novo coronavírus, o prefeito anunciou ainda que os bloqueios sanitários, nas divisas do município, voltam a acontecer a partir do dia 26 de dezembro, e que a cidade continuará com fiscalizações sanitárias.

“Veículos, motoristas e passageiros serão inspecionados, e essas ações vão provocar filas. Todas as medidas necessárias para conter a disseminação do vírus foram e continuarão sendo tomadas”, alertou Felipe Augusto.

São Sebastião realiza neste momento uma campanha de enfrentamento à COVID-19 que alerta a população quanto ao uso de máscara, higienização, proibição de festas, shows e eventos, além de evitar aglomerações.

O prefeito deixou claro que respeita todas as decisões do Governo do Estado, mas salientou que São Sebastião está fora dos indicadores habituais.

Ao final, o prefeito salientou sobre a importância da continuidade da economia do município.

“Não temos compromisso com o erro. O que eu tenho hoje é o compromisso com a saúde pública, e com vocês, empresários, comerciantes do município que fazem a roda da economia de São Sebastião girar”, finalizou o prefeito Felipe Augusto.

Ubatuba estuda medidas após pronunciamento do Governo Estadual

Após o pronunciamento do governador do Estado, João Dória, no início da tarde desta terça-feira, 22, a Prefeitura de Ubatuba aguarda a publicação do Decreto que oficializa as medidas da fase vermelha nas datas pontuais. O executivo depende do documento para analisar a necessidade de correção, alteração ou providências a serem adotadas pela municipalidade.

Diante deste cenário, neste primeiro momento, a Prefeitura vai observar o comportamento social quanto a aglomerações, higienização e uso adequado de máscaras em espaços públicos e privados, com reunião agendada para próxima segunda feira, 28. Caso os dados avaliados pela Vigilância em Saúde, semanalmente, e comportamento social indicarem, a Prefeitura tomará as medidas pertinentes, seguindo o Decreto Estadual, e fechando os estabelecimentos comerciais nos dias indicados.

Por enquanto, não há previsão de fechamento das praias, mas voltamos a lembrar que, como se trata de uma doença contagiosa, que depende do bom senso das pessoas em colaborar com evitar sua disseminação, acaba se tornando inconstante.

Mais uma vez, a Prefeitura reforça que o coronavírus não foi controlado e solicita que turistas e moradores tenham consciência de que é necessário evitar aglomeração, higienizar as mãos e fazer o uso de máscara.

Até o momento, quatro leitos de UTI da Santa Casa de Ubatuba estão ocupados com pacientes de Covid-19.  No total, a capacidade de leitos da Santa Casa, atualmente, é de 10 UTIs e 20 de enfermaria.

Deixe uma resposta