Aguilar Junior vai criar Casa Acolhedora para PCDs e Centro de Referência para população em situação de rua

O investimento em uma gestão humanizada, focando o atendimento ao munícipe como fez nos últimos quatro anos são algumas das metas do prefeito de Caraguatatuba e candidato à reeleição, Aguilar Junior para os próximos quatro anos.

Por isso, em seu Plano de Governo ele fez questão de destacar ações voltadas para a cidadania e desenvolvimento social com o objetivo de desenvolvimento políticas sociais como forma de melhor atender a população.

Uma das proposituras é a criação da Casa Acolhedora para Pessoas com Deficiência, um espaço voltado para o acolhimento de crianças, jovens e adultos com Deficiência Intelectual e Múltipla em situação de risco e que perderam seus tutores ou tiveram abandono familiar.

Os bairros Morro do Algodão, na Região Sul, e Massaguaçu, Região Centro/Norte, vão ganhar unidades do Centro de Referência de Assistência Social (Cras). O objetivo é descentralizar o atendimento e evitar o deslocamento de referenciados a pontos mais longe de suas moradias.

Ainda nesta área, será implantada uma Rede Informatizada com os prontuários dos referenciados dos CRAs, ligando o Social com a Saúde (UBS, UPA e Centro de Especialidades Médicas) e Educação.

A instalação de um Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua é outra proposta inserida no Programa de Governo de Aguilar Junior, que tem como seu candidato a vice o oftalmologista Dr. José Ernesto, e tem como propósito atender famílias e indivíduos nas mais diversas situações de vulnerabilidade social ou violação de direitos.

No local a ser escolhido pela municipalidade, os usuários do serviço são famílias e indivíduos que vivenciam violação de direitos como violência física, sexual, psicológica, situação de rua, cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto, entre outros.

A implantação do Setor de Educação Permanente para servidores, conforme preconiza o modelo Gestão do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), é outra novidade, assim como a criação do Centro de Referência à Saúde do Homem (Pró-Homem), semelhante ao criado para a mulher nesta sua primeira gestão.

Deixe um comentário