Caraguatatuba distribui preservativos aos representantes de Blocos de Carnaval

De 01 e 05/03, a Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Unidade de Moléstias Infectocontagiosas (UAMI) da Secretaria de Saúde, prevê distribuir mais de 30 mil preservativos entre os foliões de blocos carnavalescos da cidade. Isto tudo para garantir que a diversão seja, além de segura, consciente.

Nesta quarta-feira (27/02), representantes de Blocos de Carnaval do município receberam os preservativos entregues pela equipe da UAMI na Secretaria de Turismo de Caraguatatuba.

O organizador do Bloco Tropa D´Litro do bairro Massaguaçu, Jailson Pereira de Lima, relatou que a iniciativa da Prefeitura de Caraguatatuba de distribuir preservativos durante a folia é ótima. “As pessoas não precisam ter vergonha de adquirir preservativo. Prevenção é um assunto sério”, completou.

No dia 02/03 (sábado), a equipe da UAMI, juntamente com os alunos do curso técnico em enfermagem do Colégio Dom Bosco, distribuirão 5 mil preservativos aos foliões presentes no Bloco das Piranhas. Além de preservativos adolescentes, e preservativos adultos, também serão distribuídos gel lubrificantes.

Materiais educativos informando sobre HIV/AIDS, Hepatites Virais e Sífilis também serão entregues durante as festividades carnavalescas. De acordo com a Secretaria de Saúde, a campanha tem foco em todos os públicos. Porém a atenção é maior  para os segmentos mais vulneráveis às IST’s HIV/AIDS, como por exemplo, usuários de drogas, profissionais do sexo e homens que fazem sexo com homens.

O que são IST – As Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos. São transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual (oral, vaginal, anal) sem o uso de camisinha masculina ou feminina com uma pessoa que esteja infectada. A transmissão de uma IST pode acontecer, ainda, da mãe para a criança durante a gestação, no parto ou a amamentação.

O tratamento das pessoas com IST melhora a qualidade de vida e interrompe a cadeia de transmissão dessas infecções. O atendimento e o tratamento são gratuitos nos serviços da UAMI e das Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Caraguatatuba.

Deixe um comentário