Dia Mundial da Saúde Mental: Caraguatatuba oferece tratamento humanizado para quem sofre de transtornos mentais

Neste domingo (10/10), será comemorado o Dia Mundial de Saúde Mental. A data é emblemática porque reforça a importância da conscientização quanto aos transtornos mentais, além da prevenção e promoção do tratamento devido.

As equipes de apoio psiquiátrico e psicológico das unidades de Caraguatatuba tratam de pacientes com transtornos mentais a partir e modelo de tratamento voltado para reinserção social, a reabilitação e a promoção de direitos humanos, de acordo com a Lei 10.216/2001. Denominada como ‘Reforma Psiquiátrica’, a Lei permite que pacientes recebam tratamento mais humanizado.

Foto: Bia Gomes/PMC

O tratamento humanizado, inclusivo e personalizado, e a ajuda são ofertados pelo município para qualquer pessoa, independentemente de gênero ou idade, de forma gratuita.

A Prefeitura de Caraguatatuba possui diversos dispositivos para atender qualquer tipo de situação. São eles: Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) II e CAPS AD – Álcool e Drogas, Ambulatório de Saúde Mental Infanto-Juvenil (ASMIJ), Setor de Reabilitação e o recém-inaugurado Centro de Reabilitação Psiquiátrica (CRP).

Confira as unidades de saúde com atendimento para saúde mental

CAPS AD: Porta aberta para acolhimento e agendamento de triagem com os técnicos de plantão, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

A unidade possui grupos terapêuticos (grupo de alcoolismo, grupo de dependentes químicos, grupo da família, grupo de mulheres entre outros), atendimento psiquiátrico e psicoterapias para pacientes pertencentes ao programa, Assistência Social e atendimento de enfermagem voltado para este público.

CAPS II: Porta aberta para acolhimento e agendamento de triagem com os técnicos de plantão, de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h.

A unidade conta com atendimento psiquiátrico, atendimento de enfermagem, grupos terapêuticos, psicoterapias para pacientes pertencentes ao programa, assistência social voltado para este público.

ASMIJ: O Ambulatório de Saúde Mental Infanto Juvenil atende crianças e adolescentes que estão passando por algum transtorno mental, automutilação e tentativa de suicídio. A porta de entrada é através de avaliação com clínico geral da Estratégia de Saúde da Família mais próximo de sua residência. O serviço oferta tratamento psiquiátrico e psicológico.

Setor de Reabilitação: Atendimentos são através de encaminhamentos via Educação e Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de referência de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h.

O setor de Reabilitação Neuro Infantil atende crianças de zero a 12 anos de patologias diversas (transtorno do espectro autista, paralisia cerebral, síndrome de  down etc.) nas especialidades de psicologia, terapia ocupacional, fonoaudiologia e fisioterapia. Já o neuro adulto atende pacientes de 13 anos a terceira idade nas especialidades de fisioterapia, psicologia e terapia ocupacional.

Centro de Reabilitação Psiquiátrico (CRP): Instalado na Casa de Saúde Stella Maris (CSSM), o local funciona 24 horas  e recebe pacientes em casos de urgência e emergência.

O espaço possui 10 leitos para internação e conta com uma equipe multiprofissional que inclui, por exemplo, médico psiquiatra, enfermeiros e técnicos de enfermagem, além de psicólogo.

Deixe um comentário