Disque Denúncia ajuda a Polícia Civil de Ilhabela capturar homem que matou a mulher em SP

O crime aconteceu em 2014 depois que a mulher descobriu uma traição do acusado que a esganou e depois enrolou corpo num cobertor e jogou corpo num matagal as margens da Rodovia, Fernão Dias. O casal tinha um filho.

A Polícia Civil de Ilhabela deteve no final da tarde desta sexta-feira (08/10), no bairro do Bixiga, na Costa Sul da cidade, um homem de 26 anos, condenado pela justiça há nove anos em regime fechado por assassinar a companheira em 2014. A prisão só foi possível após os investigadores receberem denuncias realizadas no Disque Denúncia da Polícia Civil de São Paulo (181). Este serviço centralizado permite que qualquer pessoa forneça à polícia informações sobre delitos e formas de violência, com absoluta garantia de anonimato.

Após efetuar as pesquisas de praxe, os investigadores constataram que o acusado realmente encontrava-se foragido, existindo um Mandado de Prisão em aberto, expedido pera Vara do Júri de Guarulhos em 05/02/2021, condenado há 9 anos de prisão em regime fechado.

O homem foi preso após desembarcar de uma lancha num píer próximo à residência. Ele foi levado para a delegacia e deverá ser transferido ainda neste sábado para a carceragem da delegacia de Caraguatatuba.

O crime

O crime aconteceu em 2014 depois que a mulher descobriu uma traição do acusado que a esganou matando asfixiada e depois enrolou o corpo num cobertor e jogou num matagal as margens da Rodovia, Fernão Dias. Na época ela tinha 22 anos. O corpo da vítima foi encontrado pendurado em uma árvore as margens da rodovia. O crime ocorreu na cidade de Guarulhos e o acusado confessou o assassinato. O casal tinha um filho.

 

Deixe um comentário