Governo Federal libera verba ao programa de atendimento em domicílio ‘Melhor em Casa’

O programa ‘Melhor em Casa’ da Prefeitura de Caraguatatuba foi contemplado com verba do Governo Federal, através do Ministério da Saúde, para continuar prestando atendimento aos seus pacientes. O valor total do repasse é de R$ 600 mil.

A liberação foi publicada no Diário Oficial da União no final de dezembro de 2020, na Edição: 243, Seção 1, Página: 307; Portaria nº 3.616, de 18 de dezembro. (https://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-3.616-de-18-de-dezembro-de-2020-295235607).

Além da verba, o Ministério da Saúde habilitou as Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (EMAD) e Equipes Multiprofissionais de Apoio (EMAP). Segundo com o documento “a habilitação das equipes fica condicionada ao cadastro destas no Sistema Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES)”.

Os pacientes do programa são aqueles que necessitam de atendimento especializado (pessoas com necessidade de reabilitação motora, idosos, pacientes crônicos sem agravamento ou em situação pós-cirúrgica). De acordo com a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF), que pode ser de baixa, média e alta complexidade.

Eles recebem acompanhamento em domicílio e são monitorados diariamente, via telefone, pela equipe do ‘Melhor em Casa’. O programa conta com equipe multiprofissional de atenção domiciliar, constituídas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, nutricionista, fonoaudiólogo e terapeuta ocupacional.

Atualmente, na cidade são atendidas 62 pacientes de Norte a Sul do Município. Em média, 16 novos pacientes são inseridos mensalmente no programa.

Deixe uma resposta