Grupo de Trabalho do Plano Municipal de Educação Ambiental (PMEA) visita Estação de Tratamento de Esgoto

Na ultima semana, integrantes do Grupo de Trabalho do Plano Municipal de Educação Ambiental (PMEA) de Caraguatatuba realizaram uma visita técnica na Estação de Tratamento de Esgoto da Sabesp – ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Porto Novo, acompanhados por técnicos e a analista de gestão e comunicação da Sabesp, Diná Santos.

Durante a visita de aproximadamente 2 horas, eles conheceram todas as etapas de tratamento do esgoto recebido na ETE, desde a retirada de areia e materiais metálicos, até a decantação e por último a cloração, o último processo antes de ser lançada a carga líquida, já tratada, aos cursos d’água.

Essa atividade fez parte do cronograma de ações de educação ambiental do município, que proporcionam que funcionários de diversas secretarias participem de atividades in loco, para conhecer melhor alguns serviços relacionados ao meio ambiente. No início do ano, os integrantes conheceram também o aterro da ENGEP, em Jambeiro, local de destinação dos resíduos urbanos gerados no município.

“É muito importante que todos conheçam como funciona uma Estação de Tratamento de Esgoto e uma Estação de Tratamento de Água, bem como os locais que destinamos os resíduos do nosso município. Essa visita à Sabesp foi importante, pois pudemos visualizar o percurso das águas tanto quando chegam às nossas torneiras, quanto depois que escorrem pelo ralo. O tratamento é extenso e demorado”, destacou Tatiana Scian, diretora de Meio Ambiente, Saneamento e Educação Ambiental, da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca.

A próxima visita do grupo será no Ecoponto Golfinho, onde poderão conhecer a dinâmica do espaço, todos os tipos de resíduos recebidos e entender a destinação de cada um. O objetivo do Grupo de Trabalho do Plano Municipal de Educação Ambiental (PMEA) é fazer o acompanhamento das questões ambientais municipais e alinhamento entre secretarias e instituições de ensino sobre as ações voltadas para o meio ambiente.

Deixe uma resposta