Número de acidentes de trânsito em Caraguatatuba cai 18,4% em 2020

Dados do setor de estatística da Secretaria de Mobilidade Urbana e Proteção ao Cidadão, da Prefeitura de Caraguatatuba, mostra que o número de acidentes registrado de janeiro a novembro de 2020 teve uma queda de cerca de 18,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 284 registros contra 348 em 2019.

Esses dados se referem a acidentes registrados dentro do município de Caraguatatuba, na área de competência da administração municipal. O trecho da Rodovia Rio-Santos (SP-55) é de competência do Departamento de Estradas de Rodagens (DER).

Em 2020, os dados mostram que foram registrados 284 acidentes (sendo 142 com vítimas e 142 sem vítimas). Já em 2019 foram 348 acidentes (sendo 231 sem vítimas e 117 de pessoas que precisaram de atendimento médico).

A pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19) é apontada como um dos motivos para a redução uma vez que as pessoas não estavam saindo de casa. Tanto é que em abril, auge da pandemia, foram registrados apenas três acidentes contra 30 ocorrências no mesmo período em 2019.

Outro dado importante é que as colisões entre veículos são as principais causas de acidentes, sendo que dos 284 casos em 2020 (115 acidentes sem vítimas e 101 com vítimas). No ano passado, dos 348 registros foram 210 pessoas sem qualquer ferimento e 102 feridas.

Quando a análise é feita com o tipo de veículo que mais se envolve em acidentes, os dados mostram que em 2020 os automóveis responderam por 58% do total com 44% de ocorrências com vítimas. Já as motocicletas se envolveram em 21% dos casos com 38% de ocorrências com vítimas.

Já em 2019, embora as motocicletas tenham sido responsáveis por 18% do número de acidentes, elas corresponderam a 43% do percentual de ocorrências com vítimas, contra 54% de acidentes com carros, sendo 37% com vítimas.

De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana e Proteção ao Cidadão, Maurício Ferreira, esses dados indicam que o investimento em crianças ainda é o melhor caminho para conscientizar sobre a importância dos cuidados no trânsito. “Eles aprendem nas escolas e transmitem as informações para os adultos”.

A expectativa é que esse trabalho possa retornar a partir de 2021 uma vez que precisou ser interrompido por conta da pandemia da Covid-19.

Deixe um comentário