Polícia Civil esclarece latrocínio de aposentado em Caraguatatuba

O crime aconteceu no sítio vítima na zona rural do bairro Rio Claro, no começo de novembro e teve a participação de quatro pessoas, duas delas menores de 15 anos.

A Polícia Civil de Caraguatatuba confirmou que elucidou um crime de homicídio ocorrido na noite de quinta-feira (05/11), num sítio no bairro Rio Claro, em Caraguatatuba. Os investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) descobriram após 25 dias de investigações que o aposentado de 73 anos foi morto a tiros e depois os acusados roubaram R$6.000,00 e uma arma da vítima.

Segundo os investigadores, dois maiores de 18 anos foram chamados para ir ao sítio na noite do crime juntamente com os adolescentes de 15 anos para roubar um revólver que o aposentado havia mostrado aos menores por volta do meio-dia.

Vítima morreu depois que mostrou sua arma para os adolescentes

Os maiores já tinham sido presos durante a Operação ‘Forgotten’ da Polícia Civil e o Ministério Público na última terça-feira (01), acusados de cometerem vários homicídios na região Sul da cidade a mando do tráfico.

Na tarde desta quinta-feira (03/12), os investigadores cumpriram mandados de busca e apreensão de adolescentes. Durante depoimento eles confessaram que os maiores estavam com eles, porém quem matou a vítima a tiros foram os dois, “foram apreendidos os celulares que mostraram conversas que contradiziam o depoimento deles na delegacia que revelou que eles tinham que falar que não voltaram no sítio” disse a Delegada Titular, Júnia Macedo.

O crime de latrocínio-roubo seguido de morte, foi esclarecido depois de uma minuciosa investigação que ainda contou com investigadores do setor de homicídio recém-criado na delegacia depois de remanejamentos realizados pela delegacia Seccional.

Deixe uma resposta