Policiamento Ambiental Marítimo resgata tartaruga marinha em risco de extinção

Diversos peixes que também estavam presos as redes de pesca em local proibido, foram devolvidos ao mar, na praia da Enseada em  São Sebastião

Policiais Militares da CIAMAR, a Companhia de Policiamento Ambiental Marítimo do 3° Batalhão de Polícia Ambiental do Estado de São Paulo, localizaram duas redes de espera, do tipo “boiada”, armadas em local proibido pela baía da Enseada, município de São Sebastião. Imediatamente foram retiradas as redes, uma medindo 130 metros de comprimento onde havia diversos peixes presos, ainda vivos, sendo rapidamente soltos e devolvidos ao mar. A segunda rede, media 200 metros e além de peixes, foi retirada uma tartaruga marinha que estava enroscada no petrecho.

Fotos: CIAMAR

O animal, da espécie “Chelonia Mydas” conhecida popularmente como Tartaruga Verde, está em risco de extinção e uma das causas é a utilização desse tipo de rede, onde elas se enroscam e morreram afogadas por não conseguir emergir para respirar. A Tartaruga foi encaminhada ao Instituto TAMAR, devido aos papilomas existentes em seu corpo, permanecendo sob cuidados para posterior soltura. Já as redes, que até o momento não foi possível identificar os responsáveis, foram apreendidas para posterior destruição

Deixe uma resposta