Prefeitura de Ilhabela dá início à entrega das primeiras casas de interesse social no núcleo do Bexiga

O Prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci, entregou na última sexta-feira (6/5), as primeiras casas de interesse social no Núcleo do Bexiga, região sul, como parte da iniciativa de promover cada vez mais a regularização fundiária na cidade.

No Núcleo do Bexiga, a ordem de investimento da obra é de R4 9,8 milhões e prevê a construção de 18 unidades habitacionais, 1,200m³ de movimentação de terra, 941m de galeria de águas pluviais, 1042m de rede de água potável, 1042m de rede de esgoto, 1239m de iluminação pública e 6783m² de pavimentação de vias.

Além do Prefeito Toninho Colucci, estiverem presentes na entrega das primeiras quatro casas de interesse social, a presidente da Câmara Municipal, Diana Matarazzo; o vereador Donato dos Santos Silva, “Viola”; o secretário de Obras, Flávio Miranda e o secretário de Habitação e Gestão Territorial, Thiago Souza Santos ‘Dr. Thiago”.

Nesta segunda-feira (9/5), o Prefeito Toninho Colucci assinou a documentação final da regularização do Cubatá, mais conhecido como “Beco”, na Barra Velha. Agora, a documentação será enviada ao Cartório de Registro de Imóveis de São Sebastião e após análise, os moradores receberão seus títulos de propriedade.

Outra conquista importante sobre o tema, foi a entrega, no mês de abril, dos primeiros 30 títulos de legitimação fundiária às famílias do núcleo do bairro do Portinho, região sul da cidade. Os títulos fazem parte da ação coordenada pela Prefeitura de Ilhabela por meio da Secretaria de Habitação e Gestão Territorial, em parceria com Cartório de Registro de Imóveis.

Ao todo, são 15 núcleos que estão em processo de regularização fundiária na cidade. Ainda neste primeiro semestre novos títulos serão entregues e em breve os bairros do Portinho, Cubata I e II, Rodamonte, Estrada do Camarão; Senzala/Buraco do Morcego, Santa Terezinha I e II, Santa Catarina, Reino, Estrada de Castelhanos (Green Park), Engenho Novo, Costa Bela e Morro dos Mineiros estarão regularizados.

O trabalho de regularização fundiária em Ilhabela foi iniciado em 2015 e abandonado pela última gestão. Agora, foi retomado e a Administração Municipal trabalha para acelerar o quanto antes a questão na cidade.

Deixe um comentário