Ubatuba participa do Projeto Municípios Paulistas Resilientes

Ubatuba é um dos 13 municípios-piloto do estado de São Paulo selecionados para o Projeto Municípios Paulistas Resilientes, promovido pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável (GIZ).

O projeto tem o objetivo de contribuir para que cada município possa elaborar seu Plano Municipal de Adaptação às Mudanças Climáticas.

No total, serão 20 encontros de capacitação com duração de três horas, além de assessoria aos municípios. A primeira capacitação aconteceu na terça-feira, 24 de agosto, e contou com a participação de três representantes da secretaria de Meio Ambiente de Ubatuba.

O curso contém oito módulos, com aulas divididas entre conteúdo e prática que se desenvolverão até o final de dezembro.

Saiba mais sobre o projeto

A seleção dos 13 municípios-piloto dentre os 645 existentes do Estado de São Paulo utilizou como base os conceitos do Programa Construindo Cidades Resilientes, da Organização das Nações Unidas (ONU).

A resiliência é a capacidade de superar ou de se recuperar de adversidades. O programa da ONU tem o objetivo de apoiar as cidades na adaptação e no enfrentamento a potenciais desastres decorrentes da degradação ambiental e da mudança climática como enchentes e elevação do nível dos mares, como deslizamentos, inundações e enchentes, tsunamis, incêndios, estiagem e secas, entre outros.

Ele apresenta passos que devem ser seguidos pelos municípios para melhorar a capacidade de adaptação e resiliência e que incluem. Dentre esses passos, oito foram selecionados para compor o Índice de Capacidade de Resiliência para a seleção dos municípios pilotos. São eles: governança; recursos financeiros; avaliações de risco; planejamento territorial e infraestrutura crítica; escolas e centros de saúde; educação e percepção; serviços ecossistêmicos e recursos naturais; e alerta e resposta.

“A atual administração está empenhada em buscar a capacitação de seus técnicos para o enfrentamento de questões fundamentais como é o caso dos desafios trazidos pelas mudanças climáticas”, destacou o secretário de Meio Ambiente, Sylvio Bohn.

Deixe um comentário