Central 156 divulga balanço do mês de abril e registra 21.760 downloads do aplicativo em apenas um mês

Balanço divulgado nesta quarta-feira (2/6), pela Central de Relacionamento 156, aponta que até o mês de abril foi registrado 44.025 downloads do aplicativo. Deste número, 21.760 foram feito apenas no mês de abril.

Este alto número em apenas um mês, é devido ao início do agendamento da vacina contra Covid-19, que está sendo feita via aplicativo 156. Até o momento, mais de 11 mil pessoas já foram vacinadas por meio da Central 156.

Também foram abertos até abril, 51.416 protocolos de solicitações pelos munícipes. Deste número, 36.216 foram concluídos, representando 70,52% de demanda atendida. Dos protocolos criados, 50,1% foram abertos via telefone; 44,7% pelo celular e 5,2% via portal.

A Prefeitura de Caraguatatuba reforça a população que priorize abertura de registros ou cadastros pelo aplicativo ou pelo portal. O processo online é mais ágil e prático, com atendimento 24h, todos os dias da semana.

Na Central é possível abrir protocolos para denúncias diversas, como poda de árvore, desobstrução de bueiros, doação de roupas, fiscalização de obras, iluminação pública, limpeza de fossa, cadastro ‘Vacina Caraguá’, entre outros.

Importante destacar que cada manifestação que a população registra, seja denúncia, reclamação, elogio ou sugestão, colabora para adoção de medidas que otimizam a qualidade dos serviços oferecidos pelo poder público, por meio de um sistema de coleta de dados e inteligência, que serve de instrumento para a prefeitura saber mais sobre as necessidades de cada bairro.

A Central 156 foi criada em 2019, para facilitar a comunicação entre a população e a Prefeitura de Caraguatatuba, com informações e encaminhamento das solicitações de serviços, sugestões e reclamações aos setores responsáveis.

Como acessar – Pelo site é possível acessar no endereço: 156.caraguatatuba.sp.gov.br e seguir as orientações ou baixar o aplicativo “Caraguatatuba 156”, disponível para celulares Android e IOS, onde poderá acompanhar todo o andamento do protocolo na palma da mão, sem sair de casa; e pelo telefone 156.

Deixe uma resposta