Família acusa hospital Stella Maris de erro médico durante nascimento de criança

O recém-nascido está internado na UTI Neonatal e seu estado espira cuidados

Familiares de Andréia Vieira Santos, reclamam de erro médico no procedimento realizado pelo corpo clínico da Casa de Saúde Stella Maris, durante o parto realizado no final da tarde da última terça-feira (09/06). A família relata que por volta 12h, a filha deu entrada na maternidade, “ela estava com um dedo de dilatação e após uma hora o médico contou que  tinha que fazer cesárea, por ela já ter dois filhos por parto normal”. A família ainda contou que uma outra médica tinha uma outra opinião achando melhor esperar.

A criança nasceu 17h03, pesando 4.300 kg e durante o parto o bebê liberou mecônio no ventre, (um material fecal de cor esverdeada bastante escura, produzida pelo feto e normalmente é expelida nas primeiras 12 horas após o nascimento. Às vezes, o mecônio é expelido antes do parto, colorindo o líquido amniótico que normalmente é de cor clara. Esse fenômeno é anormal e pode indicar sofrimento fetal.). A criança foi levada para UTI Neonatal em estado gravíssimo após 20 minutos depois de ter duas paradas cardiorrespiratórias, informou a família.

A família também denuncia que o hospital não traz informações e quando chega não é consistente, apenas que a criança foi vítima da ‘Síndrome de Aspiração de Mecônio).

A família termina com um desabafo, “Cremos no poder de Deus, não queremos vingança, mas queremos SIM que a justiça seja feita, que outras mães e bebês não tenham que passar por momentos de tanta angústia e dor.” Finalizou

Outro lado 

Na tarde desta sexta-feira (12/06), a direção da Santa Casa Stella Maris, divulgou uma nota fal

sobre o caso. A nota começa falando que, “a gestante encontrava-se em trabalho de parto, com histórico de 2 partos normais anteriores. Conta que a paciente recebeu atendimento obstétrico feito pela equipe assistencial. Foi realizada Cardiotocografia apresentando boa vitalidade fetal. Durante acompanhamento do trabalho de parto foi detectada necessidade de intervenção cirúrgica. O recém-nascido apresentou piora nos minutos seguintes ao nascimento, necessitando de cuidados intensivos. Foi encaminhado à UTI Neonatal e a mãe encaminhada à Maternidade”. A nota finaliza falando que a Casa de Saúde Stella Maris está prestando toda assistência à criança, à mãe e à família.

 

 

 

 

Deixe um comentário