Ganhador da loteria não comparece e perde prêmio de 11 milhões de euros na Alemanha

Talvez não haja uma pessoa que não gostaria de ganhar na loteria, deixar seu emprego e conhecer o mundo, comprar uma mansão ou carros de luxo, e não se preocupar nunca mais em ganhar dinheiro. Porém, na Alemanha, um jogador ou jogadora teve a chance de realizar o sonho de boa parte da população mundial, mas a oportunidade acabou expirando no dia 31 de dezembro de 2020, quando essa pessoa acabou não apresentando o bilhete premiado que lhe garantiria 11,3 milhões de euros (cerca de R$ 72,6 milhões na cotação atual).

Segundo o diretor da loteria estatal Toto-Lotto do estado de Baden-Württemberg, Georg Wacker, eles procuraram o felizardo por bastante tempo, e gostariam de pagar o prêmio que ele tinha direito. A pessoa que havia adquirido o cupom premiado tinha três anos e meio para reclamar seu prêmio, e o melhor, livre de impostos, que foi sorteado no dia 1º de abril de 2017. E mesmo com vários apelos públicos na imprensa local, o ganhador nunca se apresentou. De acordo com o diário alemão Münchner Merkur, o cupom premiado foi adquirido entre os dias 29 de março e 1º de abril de 2017. Poucos dias após o resultado do sorteio, a loteria responsável utilizou as redes sociais para publicar alguns dados indicando o vencedor, apontando inclusive sua possível localização. Com a notícia, os 116 mil habitantes de  Reutlingen, localizada perto de Stuttgart, tiveram suas imaginações aguçadas sobre o possível ganhador. Agora, para quem gosta de dar seus palpites, mas a loteria não é muito a sua cara, o site de apostas esportivas conta com as melhores plataformas atuantes no mercado brasileiro, que além de terem os melhores bônus, também possuem os maiores odds do setor.

 

            E agora, o que acontece com o dinheiro?

Como ninguém foi reclamar o prêmio, e o bilhete foi comprado anonimamente em um estabelecimento físico, e não online ou por algum assinante registrado, a companhia não pode contatar o vencedor. Sendo assim, para ter direito ao dinheiro a pessoa teria que ir até o local pessoalmente e apresentar o bilhete que continha os números sorteados. E pela lei alemã, após três anos e meio o direito pelo prêmio da loteria é expirado. Dessa forma, de acordo com Georg Wacker o dinheiro da premiação será utilizado para reforçar os cofres da loteria. De acordo com o diretor da loteria, não é tão incomum as pessoas deixarem de coletar suas premiações, mas é muito raro isso acontecer quando envolve grandes quantias de dinheiro. Ele ainda afirma que nunca soube de uma quantia tão grande que deixou de ser reclamada, pelo menos na Alemanha.

Não é só na Alemanha

 Para quem acha que é só na Alemanha que algumas pessoas não vão reivindicar suas premiações na loteria, não poderiam estar mais enganados. Em terras tupiniquins, somente no primeiro semestre do ano de 2018 aproximadamente R$150,3 milhões foram “esquecidos” nas lotéricas. Em todo o ano de 2017, esse valor alcançou a quantia de 326 milhões, o que equivale a cerca de 8% dos 4,2 bilhões que foram sorteados nas loterias neste ano. E entre os anos de 2014 e 2018, foram retirados cerca de R$ 1,51 bilhão por parte dos vencedores. Diferente da Alemanha, o prazo dado pela Caixa Econômica Federal é muito inferior, são somente 90 dias para retirar o valor após a data do sorteio. Caso o ganhador não compareça, o dinheiro é mandado para o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Dessa forma, os participantes do programa do governo adquirem créditos para custear seu curso de ensino superior nas faculdades privadas.

 

           

     

           

Deixe uma resposta