Casa de Saúde Stella Maris, de Caraguatatuba, realiza captação de órgãos para transplante

• Doador é paciente de 19 anos que teve morte encefálica
• Segundo a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), o número de transplantes de órgãos no Brasil caiu 6,9% nos primeiros três meses de 2022, em comparação com a média do trimestral do ano anterior

A Casa de Saúde Stella Maris, de Caraguatatuba, realizou hoje, dia 16/6, uma captação múltipla de órgãos envolvendo fígado e pâncreas. O paciente, de 19 anos, teve morte encefálica.

Após a determinação da morte encefálica (perda completa e irreversível das funções cerebrais), a equipe do Hospital solicitou a doação dos órgãos à família do paciente, que concordou com a doação.

O passo seguinte foi notificar a Organização de Procura de Órgãos (OPO), do Hospital das Clínicas da Unicamp, de Campinas, que é responsável pela realização de exames complementares para constatação do doador viável, organização da logística e procura de órgãos e tecidos em nossa região.

“A captação dos órgãos se concretizou porque a família conseguiu transformar a dor da perda em esperança para aqueles que precisavam de um transplante. É muito bom saber que várias pessoas serão beneficiadas pelos órgãos captados!”, disse o gerente assistencial da Casa de Saúde Stella Maris, Silvio Rabelo.

A Casa de Saúde é o principal Hospital do Litoral Norte. Realiza atendimentos como hospital geral, cirurgias em diversas especialidades, atua na área de Maternidade e conta com Pronto Atendimento e Centro de Especialidades Médicas para consultas ambulatoriais.

Queda nos transplantes

Segundo a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), o número de transplantes de órgãos no Brasil caiu 6,9% nos primeiros três meses de 2022, em comparação com a média trimestral do ano anterior.

Deixe um comentário