Lançada Pedra Fundamental do Mirante do Piúva

Foi lançada na tarde de sexta-feira (21), a Pedra Fundamental do Mirante do Piúva, região Sul, que levará o nome de “Amanda de Almeida”. O evento faz parte da extensa programação pelos 213 anos de emancipação político-administrativa de Ilhabela, e foi marcado por forte emoção dos presentes.

O lançamento de uma Pedra Fundamental é o nome que se dá à cerimônia de colocação do primeiro bloco de pedra ou alvenaria acima da fundação de uma construção, um ato simbólico que significa o início efetivo de uma edificação.

O mirante contará com uma plataforma com deck em balanço de formato triangular de 20x14m, com guarda corpo translúcido. Apoiado em estrutura metálica galvanizada e deck de madeira reciclada sob a encosta, a plataforma contará com o logo “Ilhabela”, que terá dimensões de 12,75m de comprimento, 0,30cm de largura e 1,78m de altura.

Também haverá iluminação cenográfica de impacto e paisagismo complementar. O espaço poderá ser contemplado de vários locais, inclusive por passageiros durante a travessia São Sebastião-Ilhabela.

A secretária de Planejamento Urbano, Obras e Habitação, Léia Roefero, destacou que o espaço de contemplação será mais uma das grandes atrações da cidade, porque oferecerá a oportunidade de observação do nascer e pôr do sol em um espaço confortável.

Os pais de Amanda, Caetano e Bernadete, agradeceram, emocionados, a homenagem da gestão do prefeito Márcio Tenório e destacaram ser o projeto, um tributo significativo à filha.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, Ricardo Fazzini, que no ato da cerimônia representou o prefeito Márcio Tenório, falou do investimento na divulgação do potencial da cidade como destino de natureza que já apresenta resultados como ampliação do número da escala de navios (de 39 para quase 70), e outros. Sobre o local, lembrou já ser considerado um ponto turístico e que agora terá o nome da cidade em relevo, além de ser uma homenagem à uma jovem caiçara apaixonada pela vida e pela família e amigos.

Também participaram da cerimônia de lançamento os secretários Thiago Souza (Serviços Urbanos), Nuno Gallo (Cultura) e Luiz Antônio dos Santos, o Luiz Lobo (Administração); os vereadores Luiz Paladino, Gabriel Rocha e Mateus Pestana, além de parentes e amigos da homenageada e população.

 Homenageada

Nascida em Ilhabela no dia 23 de março de 1996, filha de Bernadete de Lourdes Ribeiro e Caetano de Almeida, Amanda é a irmã caçula de Flávia, Daniela, Caetano Junior e Pedro Paulo, com quem dividiu travessuras de uma infância abundante e feliz pelas ruas da Ilha, construindo mais do que laços de sangue e cumplicidade inerentes aos irmãos.

Renato Russo dizia que “saudade é o que fica daquilo que não ficou”. Essa é uma das frases do perfil de Amanda de Almeida no Facebook; a jovem do sorriso cativante que dividiu sua alegria e intensidade por 17 anos com os moradores de Ilhabela, em especial com muitas outras pessoas que tiveram a dádiva de conhecê-la.

O jeito moleca, aliado ao sorriso extraordinário e uma imensa simpatia, fez de Amanda uma garota apaixonante, repleta de amigos e admiradores. Cursou o Ensino Fundamental na E. M. Anna Leite Julião Torres, na Praia Grande, e o Ensino Estadual na E. E. Professora Maria Gemma, na Barra Velha, onde atuou em diversos projetos.

Apaixonada pela vida, pelos amigos, e pelo seu time do coração, o Corinthians, Amanda tinha o sonho de cursar Arquitetura e Urbanismo, mas precisou desempenhar seus préstimos ao lado de Deus, partindo precocemente no dia 3 de novembro de 2013, em consequência de um acidente de moto próximo ao local onde será construído o mirante.

De acordo com familiares e amigos de Amanda, ela estará sempre presente nas lembranças que deixou. Eles destacam: “é preciso amar mais, ouvir mais, abraçar mais e, sobretudo, ‘não morrer de medo, pois a vida acaba muito cedo’”. Essa também era uma das frases que giravam em torno da vida de Amanda de Almeida.

Deixe um comentário