Aguilar Junior vai criar 1,9 mil novas vagas em escolas e curso pré-vestibular para alunos da rede municipal

Educação para transformar vidas. É com esse objetivo que o candidato Aguilar Junior vai continuar trabalhando nos próximos anos.

Na sua gestão serão criadas 1,9 mil novas vagas em unidades escolares. Já estão em construção mais cinco escolas: EMEF Jetuba; CEI/EMEI Travessão; EMEF Travessão, CEI/EMEI Pegorelli e CEI/EMEI Golfinhos.

Outra proposta de Aguilar Junior e Dr. José Ernesto é a criação de um curso pré-vestibular para alunos da rede municipal.

O objetivo é estabelecer parcerias com instituições de ensino pública ou particular para a promoção de cursinhos, como o já estabelecido com o Instituto Federal que oferece anualmente 70 vagas para alunos da rede municipal de ensino. A ideia é oferecer gratuitamente e direcionado a jovens e adultos de baixa renda da rede municipal o acesso ao treinamento para ingressarem em universidades.

Ainda no Plano de Governo está prevista a criação do Projeto Zero Faltas com a implantação de um projeto de conscientização com a participação dos pais com o objetivo de realizar a busca ativa dos alunos, visando zerar a evasão escolar.

 

Novidades

Constam ainda como proposta a ampliação na estrutura física e pedagógica da APAE para a matrícula de alunos acima do 5º ano na aprendizagem dos alunos da instituição. E a implantação dos cargos de psicopedagogo e intérprete de Libras através de concurso público, como forma de ampliar a inclusão social.

Aguilar Junior e Dr. José Ernesto propuseram ainda a instalação do Centro de Formação de Idiomas, um espaço voltado a rede municipal de ensino e com ramificações para cursos de qualificação profissional (formação inicial e continuada). O objetivo é ofertar ao estudante e ao munícipe de Caraguatatuba um aperfeiçoamento com a segunda língua tão importante no competitivo mercado de trabalho.

Por fim, os candidatos preveem ainda reestruturar, com qualidade, a Escola de Tempo Integral, oferecendo aos estudantes as opções de projetos de contra-turno na chamada Escola de Tempo Integral, mas direcionadas com orçamento próprio.

Confira mais propostas:

– Ampliação do Projeto Bombeiro Educador;
– Aprimorar o Sistema de Gestão dos Dados Escolares Municipais;
– Criação do Centro de Mídias;
– Dar andamento nas ações da pós-pandemia na rede municipal;
– Dar continuidade ao Projeto Cheff Caraguá;
– Fomentar ações para que os índices de avaliações do ensino continuem sendo atingidos com excelência;
– Autonomia e Fortalecimento dos Conselhos Escolares;
– Ampliar a efetivação da gestão democrática da Educação nos Conselhos Escolares, dando autonomia de decisões (prioridades) para cada unidade escolar;
– Implantação do Projeto Aprender em Família;
– Manter e ampliar a Guarda Mirim;
– Promover Eventos de Educação presenciais e on-line;
– Reformular a Educação de Jovens e Adultos – EJA.

Deixe um comentário